Case – Tomaz Têxtil

Empreender em família      

Pós graduando em engenharia de produção, Diogo Schmitt Tomaz, nascido em Gaspar/SC, em conjunto com seu pai, decidiram montar uma empresa que fosse apenas da família. Seu pai já tinha empresa no ramo há mais tempo, porém, com outros sócios. Decidiram então tomar rumo próprio.

Em julho de 2012 começaram a planejar e montar a estrutura do negócio, nada muito grande, a ideia era montar algo pequeno que lhes rendesse o sustento para a família. Aos poucos a empresa foi crescendo e as vendas começaram a expandir, meses depois começaram a vender para todo o Brasil.

WhatsApp-Image-2020-09-11-at-11.30.43-76

Foto Sede inicial

A empresa cresceu e o local alugado inicialmente ficou pequeno, e assim, no ano de 2014 começou a busca por um local maior para expandir o parque fabril. Encontraram um terreno bem próximo a residência da família, este foi comprado e começou-se a erguer construção própria. Um galpão com pouco mais de 1.500 metros quadrados.

Em julho de 2015 foi inaugurada a nova construção, mais moderna e com amplo espaço. A empresa que no início era pra ser algo pequeno tornou-se mais vigorosa, com máquinas mais modernas e automatizadas, as quais utilizavam menos mão de obra e mais tecnologia. A empresa nunca parou de modernizar-se, sempre investiu em novas tecnologias.

WhatsApp-Image-2020-10-14-at-09.33.51-76

Foto da Sede Atual

No ano de 2017, a empresa passou por uma prova de fogo, literalmente, em abril de 2017, a empresa teve um incêndio de grandes proporções. O fogo durou varias horas e destrui boa parte da empresa, assim que o fogo foi controlado, precisavam colocar os maquinários para funcionar novamente, afinal, era o sustento de muitas pessoas, inclusive o de sua família, assim, por nove dias, todos trabalharam juntos e unidos para pôr tudo novamente a produzir. No décimo dia após o incêndio, conseguiram colocar parte das máquinas a trabalhar, “foi muito gratificante e senti muito orgulho de todos”, afirma Diogo. Daquele momento em diante, com pouco recurso, mas muita vontade de trabalhar, as coisas foram se encaixando novamente. Diogo revelou que esse acontecimento jamais será esquecido e que deixou marcado uma frase que levará para o resto de sua vida: “Só perde quem tem, e só recupera quem tem força de vontade”. Foi um ano difícil para a Textil Tomaz, mas conseguiram reequilibrar-se e seguir adiante.

Em 2019, a empresa entrou em outra fase, começaram a importar matéria prima de vários países, e assim aumentar a qualidade dos produtos. Além disso, começaram a importar produto pronto para revenda, logo, a estrutura física ficou pequena novamente e foi necessário ampliar o parque fabril. Hoje, em 2020, a Textil Tomaz tem sede própria com aproximadamente 3000 metros quadrados, e volume de vendas e muitas vezes maior a planejada no começo da empresa. A Tomaz têxtil tem compromisso com a sustentabilidade, abarcando os três pilares que a amparam: social, econômico e ambiental. Esses pilares coexistem e interagem de forma harmoniosa dentro da empresa, pois além de a instituição manter um relacionamento próximo com seus funcionários, proporcionando um ambiente agradável a todos, ela também retira aproximadamente dois milhões de kg ao ano de resíduo de malha do descarte, os quais seriam depositados em aterros sanitários, transformando-os em fio novamente. Essa é a Tomaz têxtil que quer e vai crescer ainda mais.

WhatsApp-Image-2020-09-11-at-10.31.26-76

Foto dos Fundadores

“Só perde quem tem, só recupera quem tem vontade”

Diogo Tomaz – Fundador da Tomaz Têxtil

https://www.facebook.com/textiltomaz